Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Lisbon History

Share Lisbon With The World

My Lisbon History

Share Lisbon With The World

Premiados LISBOA À PROVA – Concurso Gastronómico 2015

1 Garfo

151 One Five One

2 à Esquina, Iguarias e Petiscos

5 Oceanos

A Casa do Bacalhau

A Fábrica de Santiago

A Tapadinha,

Cozinha Russa

A Tasca do Tio Candinho

A Travessa do Fado

Adega da Tia Matilde

Adega Machado

Apicius

Aromas e Temperos

Aura Lounge Café

Bastardo

Bellalisa Elevador

Bistro Edelweiss

Blend

Brasserie de L’Entrecôte – Chiado

Brasserie de l’Entrecôte – Parque das Nações

Café Lisboa

Cantina da Estrela

Carmo

Cervejaria Portugália – Belém

Chefe Cordeiro

Coffee Shop Rendez Vous

De Castro Elias

Delícias de Goa

Dinastia Tang

Este Oeste

Everest Montanha – Avenida do Brasil

Faz Figura

Fumeiro de Santa Catarina

Grei Grelhados de Alcântara

Gustus e Sushi Alentejano

In Bocca al Lupo

Jockey

Kampai

La Paparrucha

Le Moustache

Lost In Esplanada Bar

Madragoa Café

Maria Catita

Marisqueira D’Pescador

Mercearia de L Praino

Meson Andaluz

Mô Petiscaria

Moules & Beer

My Story Rossio

Nogueira’s Fire Food

O Guarda-Mor

O Mercado

O Polícia

Oficina do Duque

Oito Dezoito

Open Brasserie Mediterrânica

Páteo Velho – Ordem dos Médicos

Pimenta Rosa

Pizzaria Lisboa

Pizzaria Luzzo

Restaurante Bordalo Pinheiro – Radisson Blu Hotel

Restaurante Carnalentejana

Restaurante D’ Bacalhau

Sacramento do Chiado

Sagrada Família

Salsa Rosa Bistro

Sem Dúvida

Senhor Peixe

Servejaria

Solar dos Leitões

Solar dos Nunes

Sushi Café Amoreiras

Sushi Café Avenida

Tapa Bucho

Tasca Urso

Tentações de Goa

Tertúlia do Paço

The Decadente

The George

The Insólito

The Old House

Trivial

Tsubak

U Chiado

Uai!

Varanda de Lisboa

Very Important

Picanha Vicente by Carnalentejana

Wasabi Sushi Bar

Zambeze

 

2 Garfos

1300 Taberna

A Cevicheria

Bistrô 4

Cantinho do Avillez

Duplex

Enoteca de Belém

Estórias na Casa da Comida

Flor-de-Lis

Flores do Bairro

Grill D. Fernando

Leopold

Lisboa à Noite

Lisboète

Mensagem

Mini Bar

O Bem Disposto

O Talho

Panorama

Peixaria da Esquina

Rossio Bar Terraço

Sala de Corte

Salsa & Coentros

Sessenta

Tabik

Tasca da Esquina

Via Graça

Viva Lisboa

Volver de Carne Y Alma

Xapuri Bistro

 

3 Garfos

A Travessa

Belcanto

Eleven

Feitoria

O Nobre

Restaurante Lapa

Varanda

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Há um novo hotel junto à Avenida da Liberdade

 Se passou recentemente pela Rua Rosa Araújo, é provável que tenha reparado num novo edifício de cor salmão. Foi aqui que abriu, a 18 de dezembro, o Vincci Liberdade, o novo quatro estrelas de Lisboa. A 80 metros da Avenida da Liberdade, o hotel tem 83 quartos, um pátio interior e um restaurante que serve pratos típicos das cozinhas portuguesa e mediterrânica.

 É o terceiro hotel do grupo espanhol em Portugal, depois do Vincci Baixa (2008) e do Vincci Porto (fevereiro de 2015). Os quartos têm todos uma pequena sala de estar, secretária, minibar e TV LCD com cabo. Quanto a tipologias, há quartos standard, duplos superiores, duplos superiores com terraço, corner room (que ficam na esquina do edifício) e suites, situadas no último andar. As divisões têm entre 22 e 45 metros quadrados.


 Mas há mais: o hotel tem também um restaurante à la carte, que serve pratos típicos das cozinhas portuguesa e mediterrânica. Há um pátio interior onde os hóspedes podem beber um cocktail e comer um snack ou um aperitivo. O local também pode ser utilizado num evento privado.

 O hotel tem salas de reuniões — duas, na verdade, uma com 27 metros quadrados e outra com 37. Se precisar de mais espaço, porém, o hotel pode juntar as duas salas e ainda aproveitar o hall — o que vale a pena, uma vez que assim vai ficar com um total de 99 metros quadrados.

 Quanto a preços, nesta época uma noite num quarto standard custa 76,30€ — 100,30€ se quiser incluir o pequeno-almoço. Os preços incluem 20% de desconto, que fazem parte da campanha de lançamento. Em relação a serviços extra, pode pedir transfer (7€), bilhetes para andar num autocarro turístico panorâmico (19€, válido por 48 horas) uma garrafa de vinho (20€) ou o jantar no quarto (25€).

 

Notícia : http://www.nit.pt/article/01-06-2016-ha-um-novo-hotel-junto-a-avenida-da-liberdade

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Investigadora diz que ‘turistificação’ do Bairro Alto força moradores a sair

A arquitecta italiana Fabiana Pavel considera que a “turistificação” do Bairro Alto, em Lisboa, está a levar os moradores a sentirem-se “quase obrigados a sair”, pelo que defende a criação de medidas camarárias para evitar a desertificação.

Falando a propósito dos resultados obtidos na sua tese de doutoramento em Arquitectura na Universidade de Lisboa, que está agora a partilhar com a população, Fabiana Pavel referiu que este “é um tipo de processo que é difícil de inverter”.

Os residentes “não são obrigados objectivamente, mas a situação é colocada de forma tal que se sentem quase obrigados a sair do bairro. O comércio de proximidade também desaparece porque é mais conveniente, neste momento, ter um bar ou mais um restaurante para ter um lucro imediato, [mas] o perigo é que daqui a uns anos não haja residentes”, afirmou a investigadora.

1026074.jpg

A viver há dez anos no Bairro Alto, a arquitecta analisou os vários momentos daquela zona: desde os anos 1970/1980, em que o bairro era degradado e se tentou invertê-lo com reabilitação, passando pelos anos 1990/2000, nos quais se verificou um “desinvestimento progressivo na reabilitação por parte da Câmara Municipal”.

Hoje em dia, existe uma “política muito virada para os empreendimentos turísticos” e os que se encontram no Bairro Alto “são essencialmente hostels e alojamentos locais”. Fabiana Pavel relaciona este cenário com o aumento dos voos de baixo custo (low cost).

A arquitecta fez um levantamento porta a porta no bairro em 2013 e, nessa altura, verificava-se a existência de um lugar/cama por cada dois residentes. “Não voltei a fazer o levantamento, mas julgo que já devemos estar um por um”, apontou, falando no aumento exponencial do sector e no “risco de os turistas passarem a vir cá ver os turistas”.

Largo-do-Chiado.jpg

A este fenómeno, acresce o da actividade nocturna: “Nos últimos anos, desde 1998 com a Expo e depois com o Euro [campeonato europeu de futebol de 2004], começaram a abrir cada vez mais estabelecimentos notcurnos com pouca qualidade e a preços muito económicos e instaurou-se também um tipo de vivência da noite que torna muito difícil a vida dos habitantes”.

Ali permanece um “núcleo de população mais antiga” que luta “a favor do direito […] de se manter no bairro”. Porém, “se não for feita alguma coisa, daqui a uns anos fica-se sem residentes”, alertou.

Fabiana Pavel sustentou, por isso, “mudanças estruturais nas políticas camarárias”, como apostar na reabilitação e limitar a abertura de estabelecimentos turísticos no centro da cidade. “Está a ser elaborado um plano de pormenor para o Bairro Alto neste momento, já há mais de um ano, vamos ver o que sai desse documento”, adiantou.

Na próxima quinta-feira, às 18h30, Fabiana Pavel apresenta as conclusões da sua tese, defendida em Julho passado, num debate sobre “Gentrificação e ‘turistificação’: o caso do Bairro Alto”, que decorre na sede do movimento Habita, na Rua dos Anjos, em Lisboa.

 

Notícia : http://www.publico.pt/local/noticia/investigadora-diz-que-turistificacao-do-bairro-alto-forca-moradores-a-sair-1720433

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nova carta de lanches no Bastardo

 A nova carta de lanches do Bastardo só pode ter sido feita por um génio do mal - é que não satisfeito com os excessos do natal,este restaurante de Lisboa ainda acena com scones,manteiga e doce (5€),panquecas com chocolate e banana (6€) ou uma tarte de tatin de pêra (7€).

OriginalSize$2016_01_05_11_20_32_149905.jpg

 Para piorar a sua própria situação só se pedir a viagem com Catarina de Bragança,que inclui café ou chá,scones,quindins,bolos de banana e noz,fingers e pastel de queijo de cabra (20€ para duas pessoas).

Se resistir,será o herói do GPS,que no lanche organizado para jornalistas acabou por provar tudo.

restaurante.png

 Para si há ainda uma lista de petiscos que não deve dispensar - do queijo de ovelha à compota,às tostas e ao vinho do Porto (7€) ou à salade de frango crocante com molho César (8€),há de tudo.

img_472x263$2016_01_05_11_14_52_149901.jpg

 Quando vir o carrinho de chás de infusão de ervas do jardim do Bastardo não o deixe escapar (4€),ou se preferir beba o cappuccino com espuma de creme brûlée (4€). Entretanto o apetite acaba,mas o regresso é certo.

 

Notícia : http://www.sabado.pt/gps/restaurantes/detalhe/nova_carta_de_lanches_no_bastardo.html

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A Restaurant Week está de volta mas só às Pousadas de Portugal

Tem saudades da Restaurant Week? Não desespere, o festival gastronómico vai regressar na última semana de janeiro numa versão mais reduzida. São mais de 20 os restaurantes, de norte a sul do País, com menus especiais de 20€. O evento chama-se Pousadas Restaurant Week e, como se percebe, acontece apenas em 23 restaurantes das Pousadas de Portugal.

 O menu completo inclui entrada, prato principal, sobremesa e café — as bebidas são à parte. O festival está marcado para os almoços e jantares, a partir de sexta-feira, 22 de janeiro. Termina no final do mês, a 31. É melhor fazer reserva.

 

A lista dos espaços, com os respetivos menus, pode ser consultada no site da Pousadas de Portugal. Vamos apenas dizer isto: na Pousada Castelo Alcácer do Sal pode experimentar canja de amêijoa e borrego assado com migas de grelo; e na Pousada de Lisboa há um estaladiço de alheira de Mirandela com maçã, rúcula e vinagrete de caril e o cachaço de porco preto com xerém de berbigão.

 

Notícia : http://www.nit.pt/article/01-15-2016-a-restaurant-week-esta-de-volta-mas-so-as-pousadas-de-portugal

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Bruno Rocha é o novo ‘chef’ do Bairro Alto Hotel

O restaurante Flores do Bairro tem um novo ‘chef’. Bruno Rocha, o ex ‘chef’ executivo do Hotel Tivoli Victoria e do The Residences at Victoria Golf Club, no Algarve, assume agora a liderança da cozinha do Bairro Alto Hotel.

 

Untitled13.jpg

 

Natural de Lisboa, é todavia a primeira vez que Bruno Rocha, de 37 anos de idade, trabalha na capital, já que a sua vida profissional se fez sempre pelo Algarve. Primeiro na Escola de Hotelaria e Turismo da região, onde se formou em cozinha e pastelaria, depois no Sheraton Pine Cliffs, onde esteve durante um ano e, mais tarde, no Vila Vita, onde trabalhou durante oito anos, até 2009, altura em que assumiu a chefia das cozinhas dos dois Tivoli de Vilamoura, tendo visto, por quatro vezes consecutivas, ser atribuído ao restaurante EMO (Tivoli Victoria) o prémio Garfo de Ouro, do “Guia Boa Cama Boa Mesa” do jornal “Expresso”.

12494653_10153352771816662_534567286648675096_n.jp

 

Com uma cozinha contemporânea e criativa que alia o paladar português ao rigor francês e à técnica asiática, o novo ‘chef’ do Bairro Alto Hotel prepara-se para trazer novas ambições para a ementa do restaurante Flores do Bairro.

 

Notícia : http://economico.sapo.pt/noticias/bruno-rocha-e-o-novo-chef-do-bairro-alto-hotel_239698.html

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mosteiro dos Jerónimos - Monumento Nacional desde 1907

 O Mosteiro dos Jerónimos é um antigo mosteiro português da Ordem de São Jerónimo que foi construído no século XVI a mandado de D.Manuel I e que se situa em Belém,perto do estuário do Rio Tejo. Os trabalhos de construção tiveram início a 6 de Janeiro de 1501 ou 1502 e foi fundado com o nome de Mosteiro de Sta. Maria de Belém.

 

DSC_0534.jpg

 

 O edifício foi construído em calcário (lioz) extraído de pedreiras não muito distantes do local de implantação. A grandiosidade do empreendimento e a riqueza da execução prolongaram as obras por uma centena de anos, em sucessivas empreitadas de construção realizadas por diferentes mestres.

 Em 1518 D. Manuel decidiu, em testamento, transformá-lo no seu próprio panteão, amplificando "o caráter excecional da monarquia e da linhagem que com ele nascera, como ramo da dinastia de Avis".

 

Vista_do_Mosteiro_e_Praia_de_Belém_(Filipe_Lobo).

 

Mosteiro dos Jerónimos em 1657 - Wikipedia )

 

 Doado aos monges da Ordem de S. Jerónimo, é hoje vulgarmente conhecido por Mosteiro dos Jerónimos. estando classificado como Monumento Nacional desde 1907 e como património mundial da UNESCO desde 1983. Em 7 de Julho de 2007 foi eleito como uma das sete maravilhas de Portugal. 

 

10246003_1543388639276861_1815990640_n.jpg

 

 Na igreja escontram-se sepultados várias figuras daquele tempo,tais como o Cardeal-Rei D. Henrique e os dois filhos de D. Manuel I.Encontram-se também o túmulo de D. Sebastião,dos descendentes de D. João III, Vasco da Gama e Luís Vaz de Camões.

 

DSC_0690.jpg

 

 

 É hoje uma das mais importantes atrações turísticas da capital, contando com 644 729 visitantes em 2010 e 722 000 visitantes em 2013. Atualmente alberga o Museu Nacional de Arqueologia e o Museu da Marinha.

 

11189561_432905546880621_625898433_n.jpg

 

 

Sabia que..O nome Mosteiro dos Jerónimos deve-se ao facto de para ocupar o Mosteiro terem sido escolhidos os monges da Ordem de São Jerónimo,daí a designação de Mosteiro dos Jerónimos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Terreiro do Paço

A Praça do Comércio que é também conhecida por Terreiro do Paço, é a praça mais conhecida da Baixa Lisboeta que se situa junto ao rio Tejo, estando hoje ocupado por ministérios,departamentos governamentais,bares e restaurantes. É uma das maiores praças da Europa, com cerca de 36 000 m² e considerado como um dos príncipais pontos turisticos da capital.

terreiro.jpg

 

 Durante séculos era o ponto onde desembarcavam as naus com mercadorias vindas de todo o mundo. Totalmente destruída após o terramoto de 1755, foi Marquês de Pombal que deu a ordem de reconstrução do Terreiro do Paço (assim como de praticamente toda a Lisboa). No meio da praça vê-se a estátuade D. José, erigida em 1775 por Joaquim Machado de Castro, o principal escultor português do século XVIII. Ao longo dos anos, a estátua de bronze ganhou uma cor diferente,tendo sido recentemente restaurada para voltar à sua cor original.

Sem Título.png

 

A 1 de Fevereiro de 1908, o rei D. Carlos e o seu filho, o Príncipe Real D. Luís Filipe foram assassinados quando passavam no Terreiro do Paço.

Com abertura prevista para 25 de Maio de 2015 está uma pousada de portugal no Terreiro do Paço.

terreiro2.jpg

 

Sabia que...Após a Revolução de 1910 os edifícios foram pintados de cor-de-rosa? Contudo,voltaram à sua cor original, o amarelo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...